FOTO VIRALIZA E CHOCA BRASILEIROS APÓS TEMPERATURAS CHEGAREM A -67ºC NA RÚSSIA - O FRIO RECORDE NOS EUA E CANADÁ

Resultado de imagem para frio de menos de 36 graus negativos
Reprodução/Twitter
A fotografia foi tirada na Rússia no último domingo (14), mas foi amplamente compartilhada nessa madrugada

Foto viraliza e choca brasileiros após temperaturas chegarem a - 67ºC na Rússia

 - Atualizada às 


Aulas foram suspensas após temperaturas ultrapassarem 50º C negativos em região russa – o que resultou até em termômetros quebrados; e aí, encarava? 


O verão brasileiro te incomoda e o frio lhe parece mais agradável? Talvez seja a hora de rever os seus conceitos. Isso porque, na Rússia, o inverno esteve tão rigoroso e intenso nessa terça-feira (16) que nem os termômetros sobreviveram à queda da temperatura.


A foto que representa essa friaca e que viralizou na internet nesta quarta-feira (17) é da jovem Anastasia Gruzdeva. Na imagem, ela mostra as consequências do frio em seus cílios, na remota região de Yahutia, na Rússia .
A fotografia foi tirada no último domingo (14), mas foi amplamente compartilhada nessa madrugada, depois que, nessa terça, o governo russo cancelou as aulas em toda região, devido à temperatura local – que alcançou a inimaginável marca de - 67º C.
Esse frio é absurdo até para os russos da região, a cerca de 5,3 mil km de Moscou e onde vive cerca de 1 milhão de pessoas. Por lá, os alunos estão acostumados e irem para a escola mesmo quando a temperatura chega aos - 40º C. Porém, - 67º C foi frio demais.
Na vila de Oymyakon, um dos lugares habitados mais frios do mundo , um termômetro de mercúrio não aguentou a temperatura e vazou a substância química depois que foi registrado menos de - 50º C. Por lá, o recorde de frio é de - 71º C, registrado em 2013.
Segundo a ABC News , no fim de semana, dois homens morreram de frio enquanto tentavam caminhar até uma fazenda próxima, depois o carro em que estavam quebrou.
No entanto, a assessoria de imprensa do governo de Yakutia disse que todas as casas e estabelecimentos locais possuem geradores de energia para casos de emergência.

Internautas brasileiros

 

Depois que a foto da jovem com os cílios congelados viralizou no Brasil, é claro que os internautas não deixaram de comentar o ocorrido.
Houve quem invejasse o frio e quem o temesse. Alguns internautas ainda se dedicaram a criar memes e comparar a jovem fotografada com a personagem Elsa, da Disney, relacionada ao gelo. Outros lembraram de cenas da série Game of Thrones, dizendo que o 'inverno, enfim, chegou'.
Um grupo de internautas não deixou de lembrar ainda que a Copa do Mundo deste ano será no país, e que os brasileiros não estão muito preparados para uma temperatura como essa.
"Eita, - 67º C? Se o povo lá entrar num freezer vão pensar que estão na praia de Copacabana", disse um internauta. "É mentira que ta -67º C na Rússia, nem existe tanto número abaixo de zero assim", brincou outro. "Esses -67º C não são nada comparado ao meu coração", publicou um terceiro. 


Imagem relacionada

EUA enfrentam frio com recordes em baixas temperaturas

Meteorologistas esperam sensação térmica de até menos 51 graus na noite deste domingo


SIOUX FALLS - Um frio polar toma conta do centro-oeste, do nordeste e do sul dos EUA neste domingo. Segundo as previsões, este será um inverno histórico, com recordes em temperaturas negativas. A situação aumenta os temores de congelamento e hipotermia. Pelo menos 16 pessoas já morreram.


Não fazia tanto frio há décadas no país. Para ilustrar a dimensão do inverno, o meteorologista Ryan Maue Bell disse que quem tem menos de 40 anos não viu uma situação como esta antes.
Precedido pela neve em grande parte do Centro-Oeste, o ar frio vai começar a chegar no domingo e se estende até início da próxima semana, até o sul da Costa do Golfo.
- Trata-se de uma grande área de ar muito frio que se forma no Polo Norte ou regiões polares. Geralmente, essas massas chegam até o Canadá. Mas desta vez, continuará todo o caminho até leste dos Estados Unidos - disse meteorologista Phillip Schumacher, do Serviço Nacional de Clima.
"Incrivelmente, pode haver sensação térmica menos 45 a 51 graus Celsius na noite de domingo em partes dos estados do centro-norte", disse o Serviço Nacional de Clima. Nessas condições, feridas de frio podem ser causadas em peles expostas por cinco minutos. "Combinadas com rajadas de vento, estas temperaturas resultarão em ventos frios com temperaturas de risco de vida tão baixas quanto 60 graus abaixo de zero."

As previsões são surpreendentes: 31 graus abaixo de zero em Fargo, na Dakota do Norte, menos 35 em International Falls, em Minnesota, e 26 graus negativos em Indianapolis e Chicago. Nevascas são esperadas nas Grandes Planícies e na região dos Grandes Lagos. Pittsburgh pode ter temperatura de menos 24 graus Celsius nas primeiras horas de terça-feira.
O governador de Minnesota, Mark Dayton, ordenou o fechamento de todas as escolas públicas do Estado na segunda-feira para proteger as crianças dos perigos do clima frio.
Escolas de Chicago vão abrir na segunda-feira, apesar do frio, mas membros do governo avisaram aos pais em um comunicado para "decidirem sozinhos se vão enviar as crianças para a escola".
A tempestade chega na esteira de um clima de inverno terrível que assolou o centro-oeste e o nordeste dos Estados Unidos alguns dias depois do Ano Novo, causando muitas mortes, o cancelamento de voos e o fechamento de escolas e escritórios governamentais.

Gargalo nos aeroportos

A neve e o gelo atrapalharam viagens aéreas nos últimos dias e, neste sábado, atrasos e cancelamentos continuaram a causar dores de cabeça para os viajantes.
Cerca de metade de todos os voos que chegam e partem do Aeroporto Internacional O'Hare de Chicago tinha sido cancelado no domingo, de acordo com a FlightAware, que acompanha as estatísticas de voo.

Em todo o país, cerca de 2.855 voos estavam atrasados e 2.332 tinham sido cancelados por volta do meio-dia.
O Aeroporto Internacional John F. Kennedy voltou a ser fechado, após um avião que havia pousado no aeroporto derrapar ao sair de uma pista.
A agência de aviação dos Estados Unidos (FAA, na sigla em inglês) informou que um Delta Connection 4100 aterrissou na pista 22 do aeroporto às 8h e deslizou na neve. Não houve feridos e a FAA está investigando as causas.

Resultado de imagem para EUA enfrentam frio com recordes em baixas temperaturas

Onda de frio derruba temperaturas nos Estados Unidos e no Canadá

28/12/2017 12h32


Tempestade de neve atinge o Nordeste dos EUA
Onda de frio atinge os Estados Unidos -Arquivo Agência Lusa/EPA/Mark Webster



























Uma onda de frio na América do Norte derrubou as temperaturas no Canadá e nos Estados Unidos desde o feriado do Natal e deve continuar afetando a região até meados de janeiro. No Canadá, autoridades afirmam que as temperaturas estão entre dez e vinte graus mais baixas que a média para esta época do ano. Em algumas regiões, como no norte de Ontário, a temperatura chegou a -50 graus Celsius (ºC), na madrugada de hoje (28).
Nos Estados Unidos, o clima frio afeta todas as regiões do país, especialmente o Centro-Oeste e o Nordeste. Minnesota registrou 36°C negativos. A cidade de Erie, na Pensilvânia, decretou estado de emergência devido a neve que cai desde sábado e já acumula 1,6 metro de altura, o que dificulta a circulação nas ruas. 
Em Nova York, as autoridades aconselham turistas e moradores a não saírem nas ruas sem roupas térmicas e apropriadas para o frio extremo. A cidade atrai milhares de turistas para a festa de réveillon na Time Square, em Manhattan.
O frio intenso também afeta os estados do Sul onde o inverno costuma ser um pouco mais ameno. No fim de semana, a temperatura pode chegar a -10°C na Geórgia e no Texas, com previsão de neve. A onda de frio deve durar até meados de janeiro.
Edição: Denise Griesinger

Fonte:http://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2017-12/onde-de-frio-derruba-temperaturas-nos-estados-unidos-e-canada


Homem caminha sobre a neve ao longo de uma rua do Brooklyn, em Nova York (Spencer Platt/Getty Images)
Homem caminha sobre a neve ao longo de uma rua do Brooklyn, em Nova York (Spencer Platt/Getty Images)
Publicado em  - Atualizado em 04/01/2018 às 15:59

Onda de frio sem precedentes castiga EUA e Canadá

Em Minnesota, os termômetros chegaram a -44 graus

É tão forte o frio que está varrendo grande parte dos Estados Unidos e do Canadá que um grupo de preservação de tubarões, no nordeste do país, disse esta semana que dois espécimes de cauda longa foram encontrados mortos — congelados. Este é apenas um exemplo do quanto está frio por lá.
Recorde de temperaturas de -35 graus Celsius foram registradas em áreas do estado de Nova York, onde a menor temperatura registrada anteriormente foi de -23 graus. Em Minnesota, os termômetros chegaram a -44 graus.
O recorde de frio que está castigando os Estados Unidos continuará durante a maior parte do norte do país durante toda a semana, com fortes precipitações de inverno e neve, informou a Administração Nacional Oceanográfica e Atmosférica (NOAA). Por enquanto, não há trégua.
Tubarão morto possivelmente devido ao frio no nordeste dos EUA (Newsweek)
Tubarão morto possivelmente devido ao frio no nordeste dos EUA (Newsweek)
O “choque térmico” enfrentado pelos tubarões pode ter causado sua morte, segundo declararam ao Boston Globe especialistas em tubarões do Atlantic White Shark Conservancy, com sede em Cape Cod, Massachusetts, e publicado pela revista Neewswek.
Eles explicaram que, ao contrário, por exemplo, das tartarugas, esses peixes respiram a água, então quando a água está extremamente fria, eles podem sufocar e morrer.



The thresher shark was named for its thresher-like tail, which can be as long as its entire body. It uses its tail as a weapon to stun prey. https://en.wikipedia.org/wiki/Thresher_shark#Anatomy_and_appearance 

 Imagem do NOAA de 30 de dezembro de 2017 mostra em roxo as temperaturas extremamente baixas que o país está experimentando
Imagem do NOAA de 30 de dezembro de 2017 mostra em roxo as temperaturas extremamente baixas que o país está experimentando
“A forte nevasca das montanhas e a persistente chuva gelada levaram a condições perigosas para as viagens de fim de semana em todo o noroeste do Pacífico e ao norte das Montanhas Rochosas”, explicou NOAA.
Gelo e neve nos EUA (Jourdan Lagace)
Gelo e neve nos EUA (Jourdan Lagace)
Os Grandes Lagos, que apresentaram recorde de quase 2 metros de neve caídos em apenas 48 horas, sofrerão com novas “fortes nevascas”.
No Canadá, as comemorações do Ano Novo foram canceladas devido ao excesso de frio e grupos de hóquei estão preferindo realizar suas competições em lugares cobertos, algo totalmente incomum.

BREAKING: New Year's Eve Canada 150 celebrations cancelled on Parliament Hill due to extreme cold.

Fonte:https://www.epochtimes.com.br/onda-frio-sem-precedentes-castiga-eua-canada/#.WmSJ1qinGUk

Postagens mais visitadas deste blog

MENINO NIGERIANO QUE COMOVEU O MUNDO VAI À ESCOLA PELA PRIMEIRA VEZ

"HÁ UMA TRAGÉDIA SILENCIOSA EM NOSSAS CASAS",VIRAL QUE TEM CONTAGIADO A INTERNET